Por que (não) comprar um grande e completo ERP?

Tempo de leitura: 2 minutos

O que é ERP? Nada mais do que um sistema de controle, gestão e planejamento empresarial.

Com a diversidade enorme dos controles possíveis e desejáveis na gestão dos negócios, está ficando cada vez mais claro que é impossível desenvolvermos uma ferramenta que atenda com o mesmo grau de satisfação aos anseios dos vários gestores.

O segmento industrial sempre foi mais profissionalizado e, por isso, as grandes ferramentas nasceram para atendê-los e mesmo assim a um custo de adaptação que, no momento da contratação, não era claro. Muitas vezes olhando-se para trás, com certeza, a decisão teria sido outra, caso o empresário tivesse consciência de tudo que seria necessário para operar a ferramenta em sua totalidade. Não é raro a relação custo x benefício pender mais para o custo e o sistema ficar subutilizado.

Hoje o médio e pequeno empresário está percebendo que não é possível mais administrar sem bons controles pois, com margens diminutas, não raro estamos trabalhando no prejuízo achando que estamos ganhando muito, por que muitos se baseiam na concorrência para avaliar seus resultados e, até mesmo, para estabelecer seus preços. Mas o resultado pode ser muito diferente de uma gestão para outra e não se pode traçar paralelos apenas partindo-se da premissa que são ramos de negócio idênticos. Prova disto são franquias da mesma marca, no mesmo município, com os mesmos custos e preços terem resultados muito diferentes.

Se o empresário não tiver controle de sua empresa ele será controlado e sugado por ela!

Mas realmente é necessário contratar um ERP completo, cheio de funcionalidades que não me serão úteis e que me tomarão muito tempo de aprendizagem? Estes softwares custam caro e a customização sempre é cobrada à parte!

Existem opções de ferramentas gerenciais que focam em um setor específico, tornando-se, assim, modulares.

Dessa forma, se você decide que neste momento precisa implementar controle financeiro, você contrata um Gestor Financeiro. Depois que ele estiver incorporado ao dia a dia de sua empresa, você pode decidir implementar um Gestor de Estoque e Compras e assim por diante, você vai sofisticando seus controles sem sufocar-se na implantação de um elefante branco.

A modularidade é a solução para que a implantação dos controles seja feita em conjunto com seu aprendizado e, principalmente, de acordo com suas necessidades e possibilidades financeiras.

  • Por que é comum usarmos menos de 50% das rotinas que um software é capaz de realizar?
  • Por que compramos um pacote engessado com uma parafernália de recursos que nunca aprendemos como usar?

Diariamente usamos ferramentas das mais populares do mundo, porém só usamos uma pequeníssima parte dela!

Você com certeza conhece alguma destas ferramentas e a usa diariamente!

Modularize-se!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *