Checklist: a gestão financeira da franquia está correta?

Tempo de leitura: 6 minutos

A gestão financeira da franquia , para ser eficiente e gerar resultados positivos, depende de um conjunto de habilidades, como organização, capacidade de decisão e liderança, além das ferramentas que contribuem para a administração ou o negócio.

No entanto, é comum que o franqueado encontre dificuldades na hora de identificar os processos e as tecnologias integradas que contribuem para essa gestão. Por esse motivo, prepare este artigo com o direcionamento necessário.

Continue a leitura e conheça os indicadores de gerenciamento financeiro que monitoram a visão correta sobre o status do negócio!

A importância da gestão financeira da franquia

Quando é bem feita, uma gestão financeira da franquia guarda todas as informações fundamentais para você e / ou o gerente pode entender o status da saúde do negócio, bem como o potencial de crescimento.

Isso é essencial para saber quando, como e onde investir, manter a operação operacional e administrativa, cumprir leis e regulamentos e, principalmente, tomar decisões que sejam positivas para uma franquia.

É por meio da gestão financeira da franquia que garante a conformidade com os objetivos e metas do negócio. Em outras palavras, trata-se de algo fundamental para o sucesso desse empreendimento.

Quando há uma boa administração de entradas e transferências de caixa, aliada a projeções de faturamento, garante a saúde financeira da franquia. No entanto, há quem considere o suporte da franquia ou suficiente para administrar o negócio.

Não é bem assim, ok?

O fato é que o suporte proveniente da franqueadora não substitui o dia a dia do franqueado, portanto, deve haver uma gestão eficiente e local para, por exemplo, repor o estoque rapidamente e evitar frustrações — dos clientes e da empresa.

Por meio de uma gestão financeira local, você consegue potencializar investimentos com marketing, recursos humanos e até ferramentas de automação. Desse modo, aumenta-se o desempenho do negócio.

Esse trabalho envolve planejamento financeiro, otimização das formas de pagamento, ter capital de giro e buscar os indicadores corretos para que sejam constantemente acompanhados.

Por que devo ter foco e buscar os indicadores certos?

O seu esforço poderá ser em vão caso você opte por lidar com uma grande quantidade de dados. Ninguém duvida de sua capacidade, mas há uma questão inerente ao ser humano: a importância de ter foco.

Já ouviu falar sobre a era da multitarefa?

O mercado de trabalho, durante um tempo, valorizou os profissionais que faziam mais de uma tarefa ao mesmo tempo. As empresas estavam confiantes na crença de que essa habilidade aumenta a produtividade e traz mais resultados.

Mas essa teoria vem caindo por terra e dando lugar, como havíamos dito na introdução deste tópico, ao foco da priorização de tarefas. Nós, seres humanos, acreditamos sermos capazes de realizar várias atividades ao mesmo tempo.

Será que nós damos conta de processar tudo ao mesmo tempo?

Essa reflexão deve ser levada para a gestão financeira da franquia. Existem muitos indicadores que podem ser usados nessa rotina, mas nem todos devem ser trabalhados simultaneamente — principalmente sem o auxílio de uma ferramenta.

Outro ponto importante é que o negócio que detém um grande volume de informações sobre si, não necessariamente tem mais vantagem competitiva em relação aos concorrentes.

A franquia que gerencia essas informações com eficiência é a que dispõe de mais mecanismos para se destacar no mercado. Sendo assim, a melhor forma de controlar seu desempenho é definindo os indicadores de performance.

E o que acontece quando não tenho esses dados?

Esse é um sinal de que a gestão financeira da franquia pode não estar organizada e controlada da maneira correta. É provável que esteja baseada em planilhas, documentos impressos e registros não atualizados.

Gerenciar essas ferramentas é um verdadeiro desafio, pois exige tempo para a manutenção das informações. Também não facilita a localização dos dados, pois torna-se um trabalho demorado.

Observe que as ferramentas que você utiliza estão diretamente ligadas à capacidade de produzir, armazenar e analisar dados. Essa é uma realidade bem diferente de quem investe em um sistema de gestão.

Um bom sistema de gestão financeira para franquias armazena todos os dados em um único local, de preferência com acesso on-line — para que você possa tomar decisões a partir de qualquer lugar.

Sua rotina e a dos demais profissionais que cuidam da gestão do negócio se torna mais prática e ágil, já que esse sistema centraliza e automatiza processos, reduzindo erros que podem ser causados por falha humana.

Ainda é vantagem também a utilização de um sistema assim a otimização do tempo de quem toma decisões para a franquia, além dos usuários. Esse tipo de ferramenta gerencia contas a pagar e a receber, localiza informações e resolve outras tarefas com poucos cliques.

Atividades como cuidar dos royalties e taxa de propaganda, permitindo a cobrança acertada dessas taxas, podem ser feitas pelo sistema. O controle financeiro, portanto, torna-se certeiro e pontual.

Afinal, quais são esses indicadores?

Indicadores que são importantes para expandir o negócio

Conheça os principais:

Retorno sobre o Investimento (ROI)

Um dos mais completos que existem, mede desde a eficiência das estratégias de marketing até o investimento de qualquer capital. O ROI verifica o retorno do que é investido para saber se haverá ou não receitas para a franquia.

Volume de vendas

Capaz de analisar, além do volume de vendas, aspectos como a produtividade de sua equipe comercial e o comportamento do consumidor. Seu resultado permite ainda estabelecer metas mais realistas para os profissionais.

Taxa de conversão em vendas

Mede o aproveitamento da franquia e de seus representantes comerciais em relação às oportunidades que surgem. Mostra resultados individuais e em equipe.

Custo de aquisição de clientes (CAC)

Determina o custo para que a sua franquia conquiste um cliente. É relevante para saber se os investimentos que são feitos estão ou não comprometendo sua margem. Quando o CAC está muito próximo do tíquete médio, pode revelar que os gastos estão alto demais para convencer alguém a comprar.

Tíquete médio

Auxilia na comprovação de sucesso dos outros indicadores. Avalia a atratividade do seu mix de produtos e serviços. Ajuda ainda a analisar o desempenho das campanhas e os resultados dos vendedores.

Taxa de cancelamento

Também chamado de churn rate. Esse indicador é bastante utilizado por franquias que cobram mensalidades ou assinaturas. Calcula o percentual de clientes que cancelarem o serviço em relação ao total que adquiriu.

Observe que a gestão financeira da franquia, para ser um sucesso, exige o apoio desses indicadores e, principalmente, um sistema capaz de gerenciar os los.Essa é uma das funções da plataforma de gestão financeira F360, que integra todos os processos da sua franquia. Conheça todos os seus recursos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *