Como avaliar se chegou a hora de expandir a rede de franquias

Tempo de leitura: 6 minutos

A busca pelo investimento em franquias aumentou bastante nos últimos anos, já que devido a algumas turbulências do mercado as pessoas visam um pouco mais de segurança na hora de colocar um negócio próprio.

Nesse sentido, as franquias se encaixam perfeitamente pelo fato de serem modelos testados e que apresentam maiores condições de sucesso. Levando em conta a procura por parte dos empreendedores e também o desejo de aumentar a rede, muitos franqueadores veem esse momento como promissor para colocar o projeto em prática. 

Mas como toda expansão deve ser calculada devido aos riscos envolvidos, é preciso avaliar uma série de elementos para que isso não se transforme em uma futura dor de cabeça.

Visando explicar um pouco mais dos fatores envolvidos nesse cenário, listamos algumas questões que podem auxiliar você a avaliar de forma mais precisa se esse é o momento ideal para expandir a rede de franquias.  

Projeto detalhado de expansão

Franquias com grande potencial de mercado atraem naturalmente muitos interessados. Contudo, é preciso ter um plano detalhado de expansão que considere os melhores lugares para a instalação de novas unidades, avaliando as características da economia local, concorrência e demais fatores envolvidos nessa questão. 

Esse plano de expansão é o primeiro passo para decidir se é o momento certo para expandir a sua rede e como realizar isso de maneira que se possa ter maiores chances de sucesso.  

Viabilidade de novas unidades

Muitas vezes, o poderio financeiro de determinadas cidades acaba sendo um atrativo para que novas unidades de uma franquia sejam instaladas, porém somente esse fator não é garantia de sucesso. 

O ponto comercial é um fator preponderante para determinar as chances de o negócio fluir bem e atrair o público de forma natural. 

Por isso, é necessário realizar esse estudo com muita precisão, considerando inclusive contar com ajuda especializada de profissionais da cidade (consultores imobiliários, por exemplo) para que a escolha possa ser a mais adequada possível e esteja de acordo com o plano de expansão.

Estrutura para atuar longe da matriz

Uma nova unidade vai precisar seguir a linha de atuação da franquia, mesmo estando longe da matriz. Por esse motivo, é importante que o franqueado tenha a estrutura necessária para manter esse padrão de excelência e consiga realizar a tarefa com tranquilidade. 

Sob esse prisma, o suporte do franqueador é fundamental. Então, antes de expandir a sua rede, é necessário avaliar se você tem as condições necessárias para prestar esse tipo de auxílio, levando sempre em consideração que é a sua marca que está em jogo.

Controle das unidades franqueadas 

Ainda considerando a questão do suporte, é preciso que isso seja feito também presencialmente, atrelado à supervisão do andamento do negócio. 

Levando em conta esse fato, é necessário que você, ou alguém da equipe, tenha disponibilidade para realizar a tarefa, já que isso é fundamental para garantir o bom funcionamento das novas unidades. 

Esse é um ponto que precisa ser bem avaliado e não pode ser negligenciado na hora de decidir se é o momento adequado para expandir a sua rede de franquias.

Rentabilidade e aceitação

Expandir o seu negócio não significa necessariamente ter somente mais potencial de lucro, sendo que muitos custos estão envolvidos nesse processo, inclusive por parte do franqueador. 

A equação rentabilidade x custos deve ser feita para avaliar se vale a pena aumentar a rede, incluindo a questão do capital necessário para custear essas despesas. O próprio êxito econômico das novas lojas está totalmente ligado à aceitação do público em relação à unidade que foi instalada em sua cidade ou no local que ele frequenta.

Então, é preciso avaliar o gosto pessoal desse público específico e como o seu negócio pode causar um impacto positivo, a ponto de conseguir ser bem aceito por ele. 

Expansão da influência da marca

Muitas vezes, os estudos feitos mostram que a marca tem tudo para ter sucesso junto a novos clientes e locais. Contudo, ela ainda não é tão conhecida assim e precisa de um projeto de expansão para que possa influenciar mais pessoas. 

Cabe ao franqueador, juntamente com o conhecimento do franqueado sobre o mercado local, avaliar como isso pode ser feito. Alguns pontos importantes precisam ser considerados nesse processo, como ações publicitárias feitas nacionalmente ou regionalmente, possíveis parcerias com empresas influentes da região e estratégias de aproximação com o público. 

Essas ações demandam bastante tempo e conhecimento, sendo necessário inclusive contar com ajuda especializada de agências de publicidade e afins. Por isso, é preciso considerar esses custos para ver se é possível colocar em prática o plano de expansão.

Identificação dos franqueados certos

Esse é um ponto fundamental para o sucesso do projeto de expansão. Tão importante quanto os locais identificados como os melhores para instalar novas unidades, as pessoas que estarão à frente desses empreendimentos são fatores diferenciais para que o projeto de expansão seja bem-sucedido. 

Mais do que possuir capital para investir, o franqueado precisa ter o perfil adequado e a vontade de cumprir a missão proposta pela rede, contribuindo assim para o crescimento e manutenção dos bons serviços prestados.  

O processo de seleção deve ser bastante rigoroso, para que essa escolha seja a mais acertada possível e o novo franqueado se torne de fato um parceiro da rede. Além disso, questões importantes como o treinamento desses profissionais precisam ser bem alinhadas, para que eles estejam aptos a desempenhar suas funções da melhor maneira possível. 

Aumento da responsabilidade

Expandir a rede de franquias consequentemente traz mais responsabilidades ao franqueador. Portanto, esse é um ponto crucial para que o plano seja colocado em prática com a garantia do cumprimento de todas as exigências pertinentes a ele. 

Estar ciente de que a carga de trabalho vai aumentar, que mais problemas precisarão ser resolvidos diariamente e que a relação com os franqueados deve ser próxima, para garantir bons resultados, é fundamental e precisa ser levado em conta na hora de avaliar o projeto como um todo. 

É necessário considerar que, além da estruturação para que isso seja realizado, o aumento de responsabilidade é um fator positivo que representa a expansão da rede e a oferta de serviços e produtos de qualidade para um número maior de pessoas. 

E então, conseguiu compreender como avaliar se chegou a hora de expandir a rede de franquias? Quer saber tudo sobre finanças e empreendimentos? Assine a nossa newsletter e receba essas informações diretamente em seu e-mail!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *